6 Dicas Fundamentais para Garantir a Segurança do Seu Blog

A imensa maioria dos empreendedores que trabalha com marketing de afiliados utiliza-se de blogs para gerar conteúdo, atrair clientes de qualidade e melhorar os resultados das vendas. Justamente por serem ferramentas tão importantes, os blogs também são alvos constantes de ameaças. Vírus que danificam o funcionamento da máquina do host onde o blog está hospedado, hackers que roubam dados cadastrais e até invasores que desconfiguram ou apagam a página pelo simples prazer da invasão. Felizmente, há estratégias de prevenção para cada uma dessas situações.

O segredo é utilizar os instrumentos certos para manter a página segura sempre. Quer saber mais? Separamos uma lista com 6 dicas fundamentais para garantir a segurança do seu blog. Confira!


1. Contrate um Serviço de Hospedagem Confiável

Poucos empreendedores preocupam-se em verificar a confiabilidade do servidor de hospedagem do blog. Normalmente, o preço é o grande fator decisivo para a contratação. Essa, no entanto, pode ser uma cilada! Na hora de definir o host, faça uma pesquisa e verifique se o mesmo é seguro.

Para identificar se a empresa de hospedagem é confiável, verifique se a mesma oferece serviços como encriptação, que consiste na transformação de dados em cifras para protegê-los de acessos não autorizados, e certificado SSL (Secure Socket Layer), protocolo que fornece segurança de navegação.

Links úteis:



Informe-se também sobre a reputação do host. Procure saber se já houve ataques no passado e como os problemas foram enfrentados. Se possível, consulte pessoas que utilizam o servidor para saber se estão satisfeitas.
2. Evite o Usuário “admin”

Quando o empreendedor abre o blog, geralmente, define o usuário padrão “admin” para trabalhar. Esse login, no entanto, é inseguro justamente por ser tão popular. É muito importante usar um termo criativo para dificultar a ação de hackers e de robôs programados para fazer as chamadas invasões por força bruta — acessos não permitidos por meio da tentativa de senhas infinitas. O ideal é que o login seja de difícil adivinhação, portanto, também não é aconselhável que o blogueiro configure o próprio nome como administrador da página. No lugar de Pedro ou João, escolha palavras como “gerente” ou “redator”.
3. Escolha uma Senha Forte

Outra ação importante no combate às invasões é a escolha de uma senha forte. Ela é o principal bloqueio de acesso ao seu blog e merece especial atenção. Fuja de termos óbvios como sua data de nascimento, por exemplo. O ideal é que a senha seja formada por pelo menos oito caracteres compostos por números e letras (algumas delas em maiúsculo). Ela não deve conter palavras completas, especialmente o nome do usuário ou da marca. Sua senha ficará ainda mais forte se utilizar símbolos do teclado (* - @ - % - $).
4. Utilize um Plugin de Captcha

Você sabe o que é captcha? Essa é a sigla para o termo “Completely Automated Public Turing Test to Tell Computers and Humans Apart”, ou seja, trata-se de um plugin que diferencia computadores de humanos de forma automatizada. O plugin é uma importante barreira de acesso e deixará seu blog ainda mais seguro contra possíveis invasões. Ele evita a quebra de senhas por robôs e também combate a ação de spammers que usualmente deixam comentários indevidos na página.

O captcha garante que o internauta é um humano, por meio da apresentação de desafios a serem resolvidos. Na versão mais comum, o plugin mostra letras e números em formatos distorcidos para que o usuário digite em um campo ao lado. Há, no entanto, versões mais dinâmicas! No caso do Wordpress, você poderá escolher entre vários plugins diferentes, entre elas os captchas em formato de operação matemática e até mesmo de jogos rápidos.
5. Trabalhe com uma Conexão Segura

O empreendedor também deve garantir que a digitação do nome do usuário e da respectiva senha ocorra apenas quando houver uma navegação segura. Para isso, deve-se usar conexão em HTTPS. Essa medida evita a interceptação de informações transferidas entre o navegador do cliente e o blog. Na pior das hipóteses, se os dados forem capturados não poderão ser lidos ou utilizados, já que estarão criptografados.

Mas, afinal, como garantir a conexão HTTPS em seu blog? Para começar, você deve, necessariamente, ter o certificado SSL já instalado no host, cuja presença é indicada pela imagem de um pequeno cadeado no canto da barra de tarefas. Para aumentar ainda mais a segurança, você pode instalar o plugin Force HTTPS, que força esse tipo de conexão para manter o blog protegido o tempo todo.
6. Defina funções para os usuários

Se mais de uma pessoa utiliza a área administrativa do blog, é essencial que se crie um login específico para cada uma delas. É importante que apenas você, dono do blog, tenha total liberdade de navegação dentro da área restrita. O restante dos usuários deve ter funções bem definidas. Pode parecer uma medida drástica, mas é muito importante porque evita transtornos sérios!

Já imaginou se, acidentalmente, alguém altera as configurações da home e deixa o blog totalmente desordenado? Ou então, se após um desentendimento, um dos redatores resolve se vingar e publicar textos indevidos para manchar a imagem da página? São problemas que podem acontecer, então previna-se! Se seus colaboradores geram conteúdo, devem conseguir apenas fazer as publicações dos textos. Da mesma forma, o designer da página deve ter acesso apenas às configurações de layout. E assim por diante.

Estabeleça boas práticas de segurança!

Você quer garantir proteção? Então crie uma mentalidade de segurança! Entenda que as ferramentas listadas acima vão aumentar a blindagem do blog contra possíveis ameaças, mas devem ser aliadas a boas práticas que evitam transtornos também relacionados ao tema tratado nesse post. Entre elas, estão a instalação de um bom antivírus e o uso de máquinas seguras ao acessar o dashboard do blog. Também deve-se ter atenção ao clicar em links enviados por e-mail ou pelas redes sociais.

Outra questão essencial é o cuidado com o uso das senhas. Algumas pessoas utilizam a mesma senha (ou com pequenas variações) para variadas plataformas – incluindo e-mails, redes sociais e blogs. Isso aumenta a vulnerabilidade do empreendedor, que pode ter não apenas uma, mas várias contas invadidas. Portanto, nada de preguiça! Defina senhas diferentes para cada perfil e procure memorizá-las (nada de salvar no celular ou no computador)!

O blogueiro deve ainda providenciar backups do blog. Nenhuma ação é 100% segura na Internet. Por mais que se previna, o empreendedor sempre estará sujeito a invasões ou às ações dos spammers. Então é importante estar preparado para o caso de um possível ataque bem-sucedido, por meio da realização de cópias frequentes.

Passe a sensação de segurança ao seu cliente

Para terminar, tenha em mente que o blog deve ser um ambiente seguro tanto para o administrador quanto para os consumidores. Isso quer dizer que, ao proteger a página, você contará com uma série de outros benefícios. Se encontrar um ambiente seguro, livre de ameaças, o cliente terá a sensação de profissionalismo. Ele vai se sentir confortável para clicar nos links dos anúncios e efetuar as compras. Quem sai ganhando é você! O blog ganhará mais credibilidade, maior audiência e também melhores índices de vendas!

Gostou das dicas? Pronto para deixar seu blog à prova de ameaças? Deixe aqui seus comentários e revele quais estratégias pretende usar!

Dicas para escrever bem e elaborar ótimos artigos

"Para se escrever bem, deve-se ler muito. Acho que esse é o melhor conselho. Lendo, amplia-se o nosso conhecimento sobre textos, o conhecimento sobre textos, o conhecimento lexical, o conhecimento do mundo, etc. Com absoluta certeza grandes e bons escritores também são grandes e bons leitores". E outras palavras, o texto/artigo não deve estar claro apenas na cabeça de quem escreve, ele deve ser claro na cabeça de quem lê, e, acima de tudo, ele deve proporcionar no leitor os efeitos esperados pelo escritor.




INTRODUÇÃO:

Não é um tipo de segredo místico, mas essas dicas não são conhecidas por todo mundo, e por mais básicas que sejam, elas são mais valorosas e primeiras etapas que devem ser seguidas para um bom começo. E no artigo de hoje, vamos dá 5 dicas pra você que quer escrever um bom artigo, o que deve fazer. Então coloque em prática todas as dicas descritas no decorrer do artigo que logo você perceberá o quanto valiosas são, e consequentemente seus artigos serão mais qualificativos.

1 Torne-se um leitor ávido

Os primeiros passos para se tornar um grande escritor de artigos é se tornar um leitor ávido. Os melhores escritores são geralmente aqueles que bem instruídos num variedades de assuntos diferentes. A leitura nos permite absorver a maneira com a qual um livro ou um artigo estão construídos, a melhor a melhor maneira de favorecer um bom fluxo de escrita de palavras, e como estruturar sua escrita para que o resultado seja coerente. Se a gente se torna um bom leitor, rápido, compreensivo e ávido, a gente edifica uma fundação mental requerida para ser um bom escritor.

O que deveríamos ler? Pelo que deveríamos começar? Quantas vezes um escritor ambicioso deveria tomar um bom livro em suas mãos?

cada um deveria ler qualquer coisa que lhe agrade, qualquer coisa que ache interessante. Aqueles que leem coisa divertidas ou interessantes têm melhor chance de serem capazes de escrever qualquer coisa de boa qualidade, principalmente artigos para seu blog.

Como regra geral, esperando ser engolido na sua própria escrita e não mais ter o tempo de ler o que quer que seja, cada um deveria sempre ter ao menos um livro que pretenda terminar de ler. Eventualmente seremos capazes de notar nossos próprios erros na escrita, e talvez mesmo na escrita dos outros através da pura prática.

2 Escolha suas influências

A etapa seguinte desse percurso para se tornar um bom escritor é escolher boas influências. Da mesma maneira que na arte da ilustração, os autores que nos interessam vão no fim das contas dar forma ao nosso próprio estilo de escrita.

Um dos segredos dos blogueiros é a escolha autores, ou melhores, blogueiros que você tem uma certa admiração e prazer em ler seus artigos, mas jamais "roube" nada deles, já que isso é uma enorme proibição, mas ler e estudar como eles escrevem. como eles estruturam as coisas e fazem flutuar diferentes elementos, pode ajudar a desenvolver um estilo único.

Há aqueles que tem automaticamente seu próprio estilo e sabem como querem escrever. Mas para a maioria não é o caso, e o estilo é algo que deve ser desenvolvido como tempo.

3 Escreva com originalidade

Pouco importa quais são as ideias que podemos ter, e pouco importa quantas outras pessoas puderam utilizar ideias similares no passado, é importante escrever de uma maneira original.

Hoje em dia, muitos artigos são pálidas cópias carbonizadas umas das outras, ou montagens ilegítimas de obras de sucesso popular. Alguns copiadores vão longe, enquanto que outros se encontram rejeitados.

É difícil encontrar um conceito origina, já que tudo já foi feito e refeito de uma forma ou de outra. Mas se um velho conceito pode ser apresentado sob uma nova luza ou de uma maneira totalmente diferente, isso pode se tornar a obra interessante para o leitor e divertida para o escritor ( Você ).

Algumas originalidades da escritas se referem ao estilo, mas na maior parte do seu tempo se trata da estruturação de uma história e de seus conceitos de uma maneira que é ao menos um pouquinho diferente.

Quando encontramos alguma ideias, não deveríamos nos colocar esta questão:" O que as pessoas gostariam de ler?" Isso ajuda o autor a escrever com uma certa paixão e interesse, e isso será visto na obra definitiva e impulsionará os outros a se tornarem tão apaixonados e interessados pela obra quanto o próprio autor.

4 Quanto deveríamos escrever?

É fácil escrever apenas quando a gente o sente. No momento em que isso tornar a escrita mais fácil e nos fizer escapar habitualmente do desafio de saber o que escrever, não desenvolverá bons hábitos de escrita.

Deveríamos escrever uma pequena coisa a cada dia, pouco importa a qual ponto dor curto. Escrever simplesmente todas as ideias que venham à mente durante a semana pode ajudar a aliviar um certo peso de cérebro e servir nas futuras sessões de escrita.

Um só parágrafo por dia pode realizar bastante progresso para aguardar um pensamento fresco e manter uma revolução significativa na sua própria escrita. Às vezes, é fácil se instalar com a intenção de escrever apenas um pouquinho, e no final a gente acaba por escrever bem mais do que se tinha previsto. Então, consagrar somente alguns minutos por dia para escrever constitui um bom exercício, de receio de pegar ferrugem ou que os conceitos comecem a desaparecer da memória.

5 O que escrever?

Agora que nós fizemos um "tour" pelos principais passos para aprender como escrever, poderíamos nos inclinar sobre os desafios de saber o que escrever. Não é o objetivo deste artigo dar ao leitor sobre o que escrever, mas de preferência como desenvolver suas próprias ideias.

A mais evidente e a mais banal das dicas é escrever o que a gente sabe. Se a gente escreve com experiência ou sobre algo que se sente fortemente e que se conhece a fundo, isso torna a escrita mais fácil e torna mais verossímil e lhe evita parecer distante ou impessoal.

Quer dizer daqueles que querem simplesmente escrever sobre algo que lhes interessa, mas do qual eles sabem pouquíssima coisa? Isso acontece com muita frequência, infelizmente.

No entanto,  a verdade sobre esse ponto é que se pode escrever sobre algo que a gente não conhece necessariamente no início. A melhor ideia continua sendo a de saber bastante para escrever sobre o assunto no momento oportuno.

É por isso que é importante efetuar uma pesquisa suficiente sobre um assunto para escrever de uma maneira convincente. Saber exatamente os fundamentos de um assunto pode tornar sua escrita muito verossímil e, sobretudo, útil, melhorando bastante a qualidade de seu conteúdo.

CONCLUSÃO:

Pronto é quase tudo para esta introdução ao mundo da escrita. As duas coisas mais importantes são saber como escrever e o que escrever. Espero que este artigo possa ter te ajudado a guiar um autor ambicioso na direção do bom caminho. Boa sorte!